Red Tigers completa quatro anos

Equipe de Artes Marciais comemora aniversário e ótimos desempenhos esportivos

No dia dois de agosto, a Red Tiger de Artes Marciais completou quatro anos de atividades. A equipe, que surgiu em 2018, dentro do prédio da Academia Soteiju, onde iniciou com o Sensei Gabriel Furlan com o apoio do Sensei Paulo Chereguini.

   Nesses quatro anos passaram pela equipe 108 alunos com 126 graduações, divididos em turmas que começam de quatro a seis anos até turmas masters acima de 60 anos.

   Neste período, foram conquistadas 19 ouros, 10 pratas e 21 bronzes, todas as medalhas em campeonatos oficiais, distribuídos em regionais, estaduais e nacional.

   Em 2021 foi a quinta melhor equipe do estado de São Paulo, ano em que houve apenas disputas de kata (apresentação). Agora em 2022, já terminou o circuito estadual e se consolidou com a vigésima equipe no somatório de kata e kumite (luta).

   A equipe conta com 22 convocações de atletas para compor a Seleção Paulista de Karatê em Campeonatos Brasileiros e o Sensei Gabriel atuou nas Finais Master do Brasileiro de 2021 como técnico da Seleção e em 2022 atuou como auxiliar técnico na Etapa de Uberlândia – Classificatória do Brasileiro e estará presente na Etapa de Londrina.

   “Temos, até o momento, 13 ouros de Campeonato Paulista, 5 pratas e 17 bronzes. No Campeonato Brasileiro temos 1 ouro, 1 prata, 2 quintos lugares, 1 sétimo e 2 nonos lugares”, informa o Sensei.

   “Ainda para esse ano, temos 6 classificações para as finais do Brasileiro que ocorrerá em Fortaleza em dezembro. Para concretizar essas medalhas a equipe está em parceria com a Sorvete e Cia. para arrecadar financiamento da viagem. Busca ainda empresas da região que queira vincular sua marca com o esporte”, completa Gabriel.

   Além do resultado esportivo surpreendente, o que é marcante é o trabalho pedagógico realizado no studio, no qual 24% dos alunos atuais tem menos de 7 anos e 56% têm entre 7 e 14 anos.

   “Usamos o karatê como uma ferramenta educacional, trabalhando os valores de disciplina, respeito, determinação, cooperação, liderança, competitividade, assim desenvolvendo a autoconfiança, socialização, coordenação motora, desenvolvimento cognitivo e controle de peso”, explica Gabriel.

   “Estamos constantemente estudando, tendo muito apoio da federação que sempre disponibiliza cursos e palestras com nutricionistas, preparadores físicos, psicólogos, fisioterapeutas e médicos, além de estar sempre alinhando com profissionais da cidade. É assim que conseguimos ter uma ótima penetração nesse público infantil, com responsabilidade e estudo”, ressalta.

   “Estamos expandindo para o público da melhor idade, pois é um esporte que trabalha com o tatame que absorve o impacto, não temos quedas, trabalhamos muito movimentos em isometria, fortalecemos os membros inferiores, melhoramos a qualidade cardiorrespiratória, a flexibilidade e sem falar da saúde social. Em resumo, é tudo o que precisamos para ter qualidade de vida após os 60 anos, ou até mesmo depois dos 50”, destaca

   “Meu filho iniciou o karatê como uma distração na quarentena do Covid, muito tempo em casa e precisava gastar energia! E quando as aulas presenciais voltaram, ele realmente viveu a filosofia do esporte. Se aprimorou, se dedicou e com o karatê aprendeu vários princípios fundamentais na sua formação de caráter, se tornou disciplinado e focado. Lucas está na equipe Red Tigers há quase 3 anos já e adora o esporte, se espelha no Sensei, tem admiração e respeito por ele. Hoje já é faixa amarela e um orgulho para nós pais!!! Obrigada Sensei Gabriel pela sua dedicação!”, diz Alini Gonçalves, mãe de Lucas Gonçalves Vieira de 6 anos.

   “Conheci a Red Tigers através das redes sociais, estava procurando um esporte para o meu filho, algo que fizesse a diferença no dia a dia dele. E na Red Tigers encontramos mais do que isso, o karatê o ensinou ter mais disciplina, mais responsabilidade, mais alto controle, melhorou muito a ansiedade e ganhou uma nova família. Sim! A Red Tigers não é apenas uma escola de karatê é uma equipe que acolhe cada um, o transformando para o futuro de grandes campeões”, Jonaina de Souza, mãe de Ruan de Souza Ananias de 9 anos.

   “Em um primeiro momento entrei no karatê para apoiar minha filha que queria fazer, pois sabia que é um esporte que proporciona disciplina, respeito e dedicação, mas acabei descobrindo que promove a socialização. Com 6 meses, digo que fiz grandes amigos no karatê e me ajudou muito a aliviar o stress do dia a dia. Me trouxe qualidade de vida e para minha filha está ajudando na formação do caráter dela”, frisa Gustavo Maeda, pai da Isabella Maeda de 8 anos.

   “Parece que foi ontem que participei da primeira aula com o Sensei Gabriel. Foi a primeira turma, e hoje olhando todo o trabalho e conquistas da equipe, tenho muito orgulho de ter treinado com um profissional tão qualificado”, recorda Willian Chaibub, atleta de karatê.

   “Fazer parte do início da Red Tigers é algo que me traz muito orgulho, depois de 14 anos sem praticar o esporte fiquei muito feliz ao saber que tínhamos um Sensei de Karatê Shotokan na nossa cidade e logo atestei sua competência e amor pelas artes marciais, além de um Sensei ganhei um amigo e sei que o esporte está muito bem representado. Hoje é com muita felicidade que vejo minha filha seguir o caminho do karatê, uma ferramenta formidável para o crescimento pessoal”, acredita David Carrer Júnior, carateca e pai da Laura Carrer de 5 anos.                

“Começo parabenizando toda equipe Red Tigers, só tenho a agradecer ao Sensei Gabriel pelo empenho, dedicação e paciência em ajudar na formação do meu filho. Com certeza ele levará todo esse aprendizado para a vida adulta. Vivenciamos os campeonatos de karatê e é um ambiente diferenciado, com muita ética, respeito e amizade. Quero agradecer a todos da equipe e desejar muito sucesso, e muito mais vitorias!”, conclui Viviane de Paula, mãe de Jonathan Marques Jr. de 13 anos.