Ituveravenses celebram Finados com missas e visitas aos cemitérios

Na terça-feira, dois de novembro, a comunidade católica celebrou o Dia de Finados. Neste ano, diferente de 2020, houve missa na Capela do Cemitério Municipal Ariró Procópio dos Santos, que é dedicada ao Monsenhor João Rulli. Também aconteceram missas nas Igrejas Matriz Nossa Senhora do Carmo e São João Batista.
Em entrevista ao Jornal O Progresso, o vigário da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, Pe. Danilo Juscelino da Silva destacou a massiva presença dos fiéis na Capela do cemitério. Ele falou também da representatividade que o Dia de Finados possui para a Igreja e para os católicos.
“Celebrar o Dia de Finados é também um dia de fazer memória daqueles que já se foram. E celebrar na Capela Monsenhor João Rulli, além de fazermos memória de todos os que já partiram, lembramo-nos especialmente desse grande sacerdote tão importante para o povo católico e também não católicos de Ituverava”, afirmou. “Pois todos de certa forma desfrutam de seu legado em nossa cidade, por isso, celebrar naquela capela tem uma importância dupla”, definiu Pe. Danilo.
Para a Igreja Católica, essa celebração é uma data especial. “Um dia para rezarmos pelos que já se foram, sobretudo as almas que padecem no purgatório”, ressaltou o vigário. “Além disso, ela abre o mês de novembro que tradicionalmente é conhecido como o mês das almas”, definiu. “O fato dos fiéis terem comparecido é sinal de amor, respeito, saudade e lembranças daqueles que partiram, e um convite a rezarmos pelo descanso eterno destes”, lembrou.
Na missa realizada na capela do cemitério, compareceram cerca de 250 pessoas, sem contar a celebração na Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo e o movimento nos cemitérios da cidade, que foi intenso não somente no dia dois de novembro, como no decorrer do feriado prolongado.
Consciente, a população tomou os cuidados necessários referente às medidas de prevenção à COVID-19, como uso de máscaras; bem como à Dengue, visto ser tradição levar vasos de flores para enfeitar os túmulos. “Avaliamos que a participação foi muito boa da comunidade católica nessa celebração tão importante em nosso calendário litúrgico”, finalizou Pe. Danilo.