História do distrito de Capivari da Mata


A uma distância de 10 km da cidade de Ituverava (situada no norte do Estado de São Paulo), localiza-se o distrito de Capivari da Mata, um lugar acolhedor onde se pode encontrar ar puro e muita tranquilidade, pois ali ainda a natureza reina em toda a sua beleza. Sua fundação teve início nos meados de 1940, com a compra da Fazenda do Capivari pelos Srs. Júlio Rodrigues de Souza e Conceição Coelho.
Conceição Coelho fez a primeira casa, hoje situada na R. Sete de Setembro onde foram surgindo outras casas ao redor. Ali, foram vendidos lotes e várias famílias foram se instalando no povoado. Entre os pioneiros podemos destacar: Antônio Alberto de Souza, Ticiano Delefrate, André Coimbra e Manuel Basílio.
Em 30 de dezembro de 1953, a Fazenda do Capivari passou para distrito de Capivari da Mata, conforme Decreto do prefeito João Athayde de Souza. Em 1943, foi inaugurada a primeira Escola Municipal, denominada em 1947 como Grupo Escolar, que teve como diretora Dona Basílica. Neste mesmo ano foi construída a primeira capela.
No ano de 1952, foi construído o Grupo Rural do Bairro do Capivari. Em 1954, foi inaugurado o Cartório de Registro Civil “João Ademar de Barros”. A aquisição de um conjunto de motor elétrico para iluminação de todo o bairro foi um acontecimento muito importante aos moradores no ano de 1958. Em 1960, foi construída a segunda capela de Capivari, tendo como padroeira Nossa Senhora Aparecida.
Em 1966 foi inaugurada a energia elétrica. Em 1967 foram inaugurados o Posto de Saúde e o Posto Policial, na administração do prefeito Orlando Seixas Rego. Com a inauguração da Praça Pública “12 de Outubro” em 1968, a população passou a ter um novo entretenimento.
Havia no distrito, na década de 1960: armazéns onde vendia-se de tudo; açougue; farmácia; moleiro/selaria; cinema; Cartório de Registro Civil; máquina de beneficiar arroz; escola. A população vivia praticamente das lavouras de café, algodão, milho, feijão, cana-de açúcar para fazer rapadura, criações de gado, porcos e frangos. Havia muitas fazendas em volta com as colônias cheias de pessoas. Entretenimento e diversão ali nunca faltaram, pois sempre havia bailes com acordeom, quermesses, jogos de futebol, corridas a cavalo, jogos diversos, circos, shows com duplas sertanejas, teatros, Santos Reis, Boneco Judas, etc.
Prefeitos que muito contribuíram para o crescimento da população do distrito: Orlando Seixas Rego e Lúcio Adalberto Lima Machado.
O Ribeirão Capivari banha o distrito. Hoje, existe: PSF (Posto de Saúde com Programa Saúde da Família); Correios; casas populares; bares; igrejas, entre outros.