Boate Café Music será tema de documentário

Risos, abraços, boas lembranças, saudade… Isso é o que pretende causar o documentário “Café Music.doc – Podemos nos apaixonar” àqueles que lhe assistirem.

O projeto idealizado pelo ituveravense, Carlos Gimenes, visa retratar, a partir de depoimentos, fotos e vídeos, a época áurea da casa noturna que funcionou no bairro Alto da Estação. Inaugurada em junho de 1993, o local foi um marcante ponto de encontro dos jovens na década de 1990.

O idealizador do projeto decidiu fazer o documentário, pois sente muitas saudades daquela época e é, segundo ele, um apaixonado pela área da comunicação: “Sempre assisti a vários documentários e me interessei por este formato de filme”, explica.

“Resolvi fazer um para ver como era na prática. Faltava um assunto interessante. Lembrei-me da boate Café Music. Decidi fazer, pois hoje vejo que o meu filho não tem a oportunidade de frequentar um local como aquele”, ressalta Gimenes.

Ainda em produção, o projeto já ouviu várias pessoas que frequentaram a boate e têm muitas histórias interessantes para contar. Todos os depoentes, segundo Gimenes, demonstraram uma saudade muito grande daquela casa noturna, que foi um marco na noite ituveravense à época.

Fotos e vídeos também farão parte do documentário, que está sendo produzido por uma equipe familiar. “Agradeço encarecidamente à equipe de produção: minha amada esposa, Karina, e meu amado filho, João Vítor. Sem eles, nada disso seria possível”, registra Gimenes.

O título do documentário foi inspirado na música “We Can Fall In Love”, considerada pelos frequentadores um hino da boate. Não faltam agradecimentos por parte de Gimenes àqueles que estão contribuindo com o projeto.

“Agradeço ao Marcelo Teoro por ter criado a Café Music e por ter autorizado o documentário. Também não posso deixar de agradecer a receptividade de todos que estão participando do projeto. Estou muito feliz por reviver tudo isso”, revela o produtor.

Com previsão de lançamento em 2024, possivelmente com uma festa temática para relembrar aquela época, o documentário será disponibilizado, de forma gratuita, na plataforma YouTube assim que lançado.

O perfil oficial do projeto nas redes sociais é @cafemusic.doc.