Fafram cria parceria com Escola de Enfermagem da USP-RP

No mês de agosto, a Fafram (Faculdade Dr. Francisco Maeda) iniciou uma parceria com a Escola de Enfermagem da USP de Ribeirão Preto-SP, com intermédio da coordenadora do Curso de Enfermagem Andreza Gomes da Silva Nishimoto Maeda, que ministra a disciplina de Empreendedorismo e Gestão da Qualidade na faculdade.

A parceria tem o objetivo de que alunos do curso de Enfermagem, assim como dos demais cursos da Faculdade possam participar da Disciplina de Inovação e Empreendedorismo em Saúde e Enfermagem, juntamente com alunos da Escola de Enfermagem da USP de Ribeirão Preto. A disciplina tem como Coordenadora a Professora Doutora Marta Cristiane Alves Pereira, docente e coordenadora do Grupo de Trabalho de Inovação e Empreendedorismo na Enfermagem do Conselho Federal de Enfermagem. A matéria tem o objetivo de apresentar conceitos e abordagens fundamentais relacionadas à inovação, ao empreendedorismo, intraempreendedorismo e empreendedorismo social favorecendo o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes que contribuem para identificação de problemas e soluções inovadoras relacionadas a Assistência, Educação, Administração e Gestão em Saúde e Enfermagem.

De acordo com a coordenadora, é composta por oito encontros, onde será abordado temas como: Competências empreendedoras; Metodologias ágeis na inovação em Saúde; Design Thinking; Modelagem de Negócios; Finanças; Propriedade Intelectual; Pesquisa de anterioridade; Branding e Marketing Digital e Pitch.

Durante o desenvolvimento, o aluno terá o apoio de mentores que o ajudarão a desenvolver uma ideia inovadora escolhida pelo grupo, podendo contar com o apoio da Humane patentear sua ideia. Para ter uma ideia, participam juntamente com a FAFRAM, as seguintes instituições de ensino que ministram o curso superior de Enfermagem: Faculdades de Enfermagem: Universidade Federal de Catalão-UNICAT; Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN; Universidade Federal do Mato Grosso-UFMT; Escola Superior do Amazonas-ESAMAZ; Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira-UNILAB, totalizando 140 alunos matriculados.

Os docentes que ministram aulas no curso são das universidades: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo-FEA-USP; Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo-EE-USP e Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto-EERP-USP; Hospital Sírio Libanês; além de profissionais da HUMANE; SUPERA; SEBRAE e PONTUE.

Segundo a Coordenadora de Enfermagem Andreza, o empreendedorismo na Enfermagem vem ganhando cada vez mais espaço, e expressa a valorização tão buscada pela Enfermagem Moderna e diante de tantos problemas vividos nesta pandemia nota-se a oportunidade de desenvolver ideias inovadoras capazes de agregar valor à vida das pessoas.

A Justiça Federal, juntamente com o Conselho Federal de Enfermagem, têm confirmado a autonomia da enfermagem para empreender, apoiando o funcionamento de clínicas e consultórios de enfermagem, assim como outros estabelecimentos especializados administrados por enfermeiros.

Atualmente poucas Faculdades de Enfermagem têm em suas grades curriculares a disciplina de Empreendedorismo e Inovação, deixando lacunas na formação do enfermeiro para o desenvolvimento de competências relacionadas ao Empreendedorismo e Inovação.